Início » Blog » O que posso gerar com os dados de um Laser Scanner?

O que posso gerar com os dados de um Laser Scanner?

Tempo de leitura: 6 minutos.

Quando se fala em Laser Scanner ainda existe uma repulsão do público, pois ainda existem pessoas que se assustam quando houve a respeito desse tema. O como já citamos algumas aplicações no post A nova onda: Laser Scanners, este post tem finalidade de apresentar produtos que podem ser gerados a partir dos dados do Laser Scanner.

O dado que o Laser Scanner vai entregar como produto, é uma nuvem de pontos, que pode, se utilizado um apoio topográfico, estar georreferenciada. A nuvem de pontos nada mais é do que uma quantidade muito densa de pontos que representam a área/objeto em estudo como realmente é.

Abaixo citei algumas aplicações mais comuns para as nuvens de pontos oriundas de levantamentos realizados com Laser Scanner.

Criar maquete 3D de construções civis

Foi realizado um levantamento para a reforma de um hotel de luxo em Londres. A construção possui 8 andares e mais de 1000 quartos distribuídos em mais de 4 km de corredores. O objetivo do levantamento era criar um planejamento para o projeto, composto de plantas e perfis, e também preservar o patrimônio histórico.

As-built industrial

A aplicação de Laser Scanner em áreas industriais já está bastante consolidada, devido ao nível de detalhes que a nuvem de pontos proporciona, quando comparados, Laser Scanner x Estação Total. Como esse tipo de trabalho precisa de muitos detalhes, não se tem alternativas a não ser trabalhar com o Laser Scanner, que além da nuvem de pontos, possui imagens panorâmicas (360°).

Análise de dissipação de calor

Quando utilizado um Laser Scanner como o Leica BLK360 que possui sensor termal, além da possibilidade da modelagem, é possível também fazer uma análise de temperatura dos objetos escaneados. A análise de temperatura permite, por exemplo, analisar o quão eficiente o sistema de ventilação está.

Verificar se houve divergência entre o projeto e o que foi executado/construído

As obras civis são executadas a partir de projetos, porém durante a execução do mesmo, aparecem algumas intercorrências que podem mudar ou desviar o projeto do plano inicial. E quando isso não é corrigido durante a execução na planta, é necessário realizar um levantamento ao finalizar o projeto para verificar como foi construído (as-built). Na imagem, os tubos verdes referem-se ao projeto e a nuvem de ponto, a construção final – as-built.

Monitorar estruturas

A Teledyne Optech tem uma solução, em que usando o Laser Scanner Polaris é possível realizar o monitoramento de uma estrutura, o equipamento alcança precisão de 4mm em 100 metros. O sistema de monitoramento é composto por um Laser Scanner, computador e um software. O software gerencia a hora de início do monitoramento e faz o cálculo, caso ocorra movimentações acima do tolerado, o sistema ativa alarme que irão ajudar na prevenção de desastres.

Clash detection ou detecção de pontos de interferência

Grandes empresas do ramo industrial fazem uso de máquinas grandes dimensões, e adquirem equipamentos mais modernos, talvez até menores, precisam fazer um planejamento para a remoção da estrutura antiga e implantação da nova. Este processo pode ser auxiliado pela nuvem de pontos, onde é gerado um as-built da empresa e também do próprio equipamento, assim, através de softwares, simulam o deslocamento para fora da estrutura física da empresa, e veem onde ela se choca com a estrutura existente, assim podem planejar o que precisará ser feito para que a troca atualização dos maquinários ocorra da forma mais rápida possível, minimizando custos.

Reconstruir cena de crime

No Brasil a justiça é lenta, isso é causado pela grande quantidade de demanda e pouca quantidade de mão de obra, portanto, torna-se importante conservar as cenas de crime. Uma forma de fazê-la é escaneando com Laser Scanner, assim é possível armazenar a cena do crime por quanto tempo for necessário, precisando apenas de espaço em disco. As cenas armazenadas podem ser inspecionadas mais tarde.

Calcular volumes de pilhas de materiais

Creio que esta seja a segunda maior aplicação do Laser Scanner, vindo logo após a industrial… Para calcular volume de pilhas de materiais o uso de nuvens de pontos está bastante consolidado e é bem preciso em seu resultado. A nuvem de pontos pode ser manejada no próprio software do fabricante para encontrar volumes, seja por exemplo um volume de corte e aterro ou o volume a partir de uma determinada cota.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *